Morre guarda municipal de 56 anos com suspeita de reinfecção por Covid-19 no Pará

Inicialmente, Vilmar recebeu tratamento no Hospital de Campanha (HC) de Sorriso. Porém, por conta da piora do quadro de saúde, ele precisou ser internado em UTI

Faleceu na tarde desta ultima quarta-feira (3), o guarda municipal Vilmar de Freitas Machado, de 56 anos, que estava internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional Hilda Strenger Ribeiro, em Nova Mutum. O profissional atuava na cidade de Sorriso.
PUBLICIDADE
Leia também:
Apostas de Cuiabá e VG fazem 15 acertos na Lotofácil e ganham R$ 2,7 milhões

Machado, como era conhecido, foi transferido para Nova Mutum há 12 dias, com suspeita de reinfecção pelo coronavírus. A primeira contaminação teria ocorrido em julho do ano passado e em fevereiro deste ano, ele testou mais uma vez positivo para a doença.

Inicialmente, Vilmar recebeu tratamento no Hospital de Campanha (HC) de Sorriso. Porém, por conta da piora do quadro de saúde, ele precisou ser internado em UTI.   

O paciente chegou a fazer uso da cápsula Vanessa no HC, um dispositivo que é uma espécie de cabine construída com canos de PVC e coberta com plástico transparente.   
Machado trabalhava na Guarda Municipal de Sorriso desde abril de 2012.

Com informações Portal Sorriso

Fonte: G1 Pará

Entre no grupo do Olhar Cidade no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI
Já assistiu aos nossos novos vídeos no
YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.