PJC liberta mulher de cárcere privado e prende algoz em MT

Uma mulher que era mantida em cárcere privado pelo companheiro foi libertada pela Polícia Civil nessa quarta-feira (03.08), em ação realizada pelo Núcleo de Atendimento à Violência Doméstica da Delegacia de Sorriso (420 km de Cuiabá). O suspeito, de 51 anos, foi autuado em flagrante pelos crimes de sequestro e cárcere privado. 

As investigações iniciaram após o filho da vítima procurar a delegacia relatando suspeitar que sua mãe estivesse mantida em cárcere privado, além de sofrer violência psicológica e possível agressão física por parte do atual companheiro. Segundo informações, a vítima teria chegado a pedir ajuda a vizinhos por meio de gestos com mãos feito pela janela. 

O filho relatou que não via a mãe há quatro meses e passou a desconfiar que algo estivesse acontecendo após notar mudança no comportamento vítima. Segundo ele, sempre que conversava com mãe por telefone, dizendo que estava com saudades, a vítima inventava uma desculpa para negar um possível encontro.

Após receber as informações, a equipe do Núcleo de Atendimento à Violência Doméstica e Familiar da Mulher foi até o endereço da vítima, no bairro Industrial, onde foi constatada a veracidade dos fatos.

À Polícia Civil, a mulher relatou que era privada de ver o filho e outros familiares, e que só tinha permissão de sair de casa acompanhada do suspeito, sempre olhando para baixo. 

Entre outras formas de violência, a vítima relatou que era agredida fisica e psicologicamente, com ofensas e palavras de baixo calão proferidas pelo suspeito. 

Diante dos fatos, o suspeito foi conduzido à Delegacia de Sorriso, onde, após ser interrogado, foi autuado em flagrante pelos crimes de sequestro e cárceres privado.

Fonte: Folha Max

Fonte NMT

Entre no grupo do Olhar Cidade no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI
Já assistiu aos nossos novos vídeos no
YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!