Brasileiros são presos em aeroporto da Argentina com US$ 500 mil em espécie

Dois pilotos e um advogado foram presos pela Polícia de Segurança Aeroportuária do Aeroporto Internacional Cataratas del Iguazú, na província de Misiones

Reprodução/Google StreetviewAeroporto Internacional Cataratas del Iguazú - ArgentinaPrisão aconteceu no Aeroporto Internacional Cataratas del Iguazú

Dois pilotos e um advogado brasileiros foram presos na Argentina em um avião privado transportando US$ 500 mil em espécie. As informações foram dadas por jornais argentinos. Segundo o portal Infobae, os pilotos foram identificados como Carlos Romalho Anderson, 46, e Rafael Duran Wansan, 33. O advogado, por sua vez, foi identificado como Arthur Freitas Rasmussen, 39. De acordo com a imprensa local, o avião estaria deixando a Argentina através da província de Misiones e teria como rumo a cidade de Itapema, local de origem dos pilotos. O advogado era da cidade de Balneário Camboriú, no litoral catarinense. Segundo os jornais locais, o dinheiro estava escondido com um dos brasileiros e embaixo dos bancos da aeronave. A prisão aconteceu após uma operação da Polícia de Segurança Aeroportuária (PSA) do Aeroporto Internacional Cataratas del Iguazú.

Fonte Jovem Pan News

Entre no grupo do Olhar Cidade no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI
Já assistiu aos nossos novos vídeos no
YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!