Cai o número de inadimplentes em Mato Grosso

Em março de 2022, o número de dívidas em atraso de moradores de Mato Grosso caiu ‐2,60%, em relação a março de 2021

Foto: Portal Sorriso/Arquivo/Ilustrativa

Em análise realizada pelo Núcleo de Inteligência de Mercado da CDL Cuiabá, sobre os dados apresentados pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), o número de inadimplentes de Mato Grosso caiu ‐4,25% em março de 2022, em relação a março de 2021. O dado ficou abaixo da média da região Centro‐Oeste (1,13%) e abaixo da média nacional (6,14%). O percentual de queda representa um total de 48 mil consumidores que conseguiram sair da lista de negativados no estado.

Na abertura por faixa etária do devedor, a análise feita no mês de março indica que o número de devedores com participação mais expressiva foi da faixa de 30 à 39 anos (26,33%). Quando comparamos as faixas etárias com o mesmo período do ano passado, é percebida estabilidade em todas. 

Em março de 2022, cada consumidor negativado do estado devia, em média, R$ 3.809,92 na soma de todas as dívidas. Os dados ainda mostram que 35,48% dos consumidores do estado tinham dívidas de valor de até R$ 500,00, percentual que chega a 50,33% quando se fala de dívidas de até R$ 1.000.

O tempo médio de atraso dos devedores negativados do Mato Grosso é igual a 25,1 meses, sendo que 33,51% dos devedores possuem tempo de inadimplência entre 1 a 3 anos.

Evolução do número de dívidas

Em março de 2022, o número de dívidas em atraso de moradores de Mato Grosso caiu ‐2,60%, em relação a março de 2021. O dado ficou abaixo da média da região Centro‐Oeste (4,98%) e abaixo da média nacional (10,94%). O percentual de queda representa um total de 57 mil contas pagas que estavam em atraso. O valor em reais estimado fica próximo a 217 milhões.

Comparativo com Cenário Nacional

O SPC Brasil estima que em março de 2022 havia 61,70 milhões de consumidores pessoas físicas negativados no Brasil, o que representa um aumento de 6,14% quando comparado com março de 2021.

Em Mato Grosso o total de negativados está próximo a 1,081 milhões que equivale a 1,75% do total de inadimplentes no país.

Análise

A inadimplência é um fator negativo para a economia, podendo gerar até mesmo a falência de empresas, porém os números apresentados no fechamento do primeiro trimestre de 2022 em Mato Grosso gerou melhores perspectivas para o mercado regional.

Essa redução está atrelada a fatores como campanhas de negociações de dívidas promovidas de forma constante pelas empresas, geração de empregos formais que o estado tem gerado de forma positiva devolvendo renda consistente para a população e uma evolução considerável quanto ao planejamento financeiro pessoal que continua sendo um mal existente na cultura brasileira.

O tema planejamento financeiro pessoal apresentou um desenvolvimento maior, o que pode ser relacionado a dificuldade financeira, uma condição passada pela população nos últimos anos compelindo a mesma a economizar devido à falta de capacidade do pagamento com queda da renda, circunstância que por conseguinte gera um sistema de aprendizado mediante a educação financeira. É fundamental inserir o tema educação financeira nas plataformas educacionais, pois o consumo consciente gera pessoas com pensamentos voltados para investimentos e crescimento financeiro, fugindo assim do ciclo vicioso de acúmulo de dívidas. 

Somado aos fatores acima expostos, precisamos constatar que as ferramentas de análise de crédito estão muito precisas. Os métodos aplicados e tecnologias de ponta são altamente inteligentes e capazes de mitigar os riscos de inadimplência. Hoje é possível verificar a probabilidade de um determinado consumidor em tornar-se inadimplente conforme o seu comportamento financeiro e capacidade de pagamento. 

Importante relatar também que juntamente com as ferramentas de crédito temos também as de cobrança, como é o caso do Sistema do SPC Brasil, que através da força da marca pode recuperar aproximadamente 39% dos inadimplentes de uma determinada carteira de devedores em um prazo de até 13 dias. 

Fonte: Portal Sorriso com Assessoria

Entre no grupo do Olhar Cidade no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI
Já assistiu aos nossos novos vídeos no
YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.