Suspeitos de espancar PM até a morte serão levados a júri popular

Decisão foi determinada pelo juiz Murilo Moura Mesquita, da 1ª Vara Criminal de Várzea Grande

Foto: Mídia News/Reprodução

A Justiça determinou que Wesdra Victor Galvão de Souza e Alan Patrik Schuller sejam levados a júri popular pela morte do policial militar Roberto Rodrigues de Souza.

A decisão é assinada pelo juiz Murilo Moura Mesquita, da 1ª Vara Criminal de Várzea Grande, e foi publicada nesta semana. A data do julgamento ainda não foi marcada.

O crime aconteceu no dia 26 de julho do ano passado em uma distribuidora da cidade, ocasião em que os acusados espancaram a vítima até a morte. Os dois se entregaram à Polícia duas semanas depois. 

Na mesma decisão, o magistrado negou pedido para revogar as prisões deles. Wesdra e Alan foram denunciados pelo Ministério Público Estadual (MPE) pelo crime de homicídio qualificado por meio cruel.

A defesa dos acusados pediu a desclassificação do crime de homicídio para lesão corporal, alegando que eles não tiveram a intenção de matar a vítima. 

Na decisão, o magistrado declarou que até o momento, as provas dos autos indicam que os acusados assumiram o risco de produzir o resultado morte, especialmente em virtude da quantidade e intensidade de golpes desferidos contra a cabeça da vítima. Leia aqui a matéria completa do Mídia News.

Fonte: Mídia News

Entre no grupo do Olhar Cidade no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI
Já assistiu aos nossos novos vídeos no
YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.