Mais de 70% dos sorrisenses já completaram o esquema vacinal

44.230 sorrisenses  (71,71%) já receberam a segunda dose

Foto: Portal Sorriso/Arquivo/Ilustrativa

Segundo os dados do Ministério da Saúde, até agora 117,12% dos sorrisenses – dentro da população vacinável – já tomaram a primeira dose do imunizante contra a covid-19. A conta passa dos 100% porque o IBGE havia estipulado o número inicial de 65.059 pessoas aptas a receber o imunizante. Contudo, esse número é bem maior. Ao todo, já são 73.770 pessoas imunizadas com a primeira dose; 44.230 sorrisenses  (71,71%) já receberam a segunda dose; e mais 2.424 moradores receberam a dose única.

“Os números revelam que os sorrisenses estão preocupados e buscando a imunização. Nossa população está consciente”, frisa o secretário Luís Fábio Marchioro.

O secretário pontua que conforme a vacinação avança, o número de internados e de novos casos tem diminuído no Município. No Boletim Epidemiológico desta terça-feira (9), constam oito internados, quatro em UTI e quatro em enfermaria. No momento, são 41 casos ativos. “Está muito claro o quanto a evolução da vacinação tem impacto direto na redução de novos casos”, reforça Luís Fábio. Para o gestor, a imunização reduz a propagação do vírus com a redução direta dos casos e a avanço para o controle da pandemia.

Nova rotina

Luís Fabio destaca que ontem (8), Sorriso iniciou uma nova rotina para as imunizações contra a covid-19. Não há mais agendamento para a aplicação de primeiras doses. Caso a pessoa tenha mais de 18 anos, é só procurar um PSF para a aplicação da primeira dose para maiores de 18 anos.

Já se a primeira dose for para adolescentes de 12 a 17 anos, as referências são o PSF Nova Integração, a Upinha da Zona Leste e o Centro de Eventos Ari José Riedi no Rota do Sol. As segundas doses e também as doses de reforço ou a terceira dose, também são aplicadas nesses dois pontos. Para gestantes e puérperas a referência é preferencialmente ou o Centro de Eventos ou o PSF Nova Integração.

Vale lembrar que a dose de reforço, a chamada terceira dose, é aplicada em idosos com 60 anos ou mais; imunossuprimidos, isso é, pessoas em tratamento para câncer, transplantados, portadores de deficiências e demais doenças graves e profissionais da saúde.

Para receber a terceira dose, imussuprimidos devem observar um espaço de 28 dias da aplicação da segunda dose e profissionais da saúde e idosos, 180 dias, isso é, seis meses.

Fonte: Portal Sorriso

Entre no grupo do Olhar Cidade no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI
Já assistiu aos nossos novos vídeos no
YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.