Várzea Grande faz mutirão para aplicar a 2ª dose da vacina contra a Covid-19 para ajudar atrasados

Atualmente, o maior número de faltas é nos fins de semana, chegando a 50%

Polo de vacinação contra a Covid-19 na Univag, em Várzea Grande — Foto: Assessoria
Polo de vacinação contra a Covid-19 na Univag, em Várzea Grande — Foto: Assessoria

A prefeitura de Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, está fazendo um mutirão para a aplicação da 2ª dose da vacina contra a Covid-19 para ajudar as pessoas que perderam o prazo. Atualmente, o maior número de faltas é nos fins de semana, chegando a 50%.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Gonçalo de Barros, toda terça-feira o município reserva 50% da capacidade do Ginásio Poliesportivo Fiotão para aplicar a 2ª dose nos ‘atrasados’.

“O fluxo de pessoas que estão procurando pela vacina melhorou, mas nos fins de semana são muitas faltas. Temos que estar preparados para lidar com essa situação e dar oportunidade”, disse.

Nesta semana, segundo o secretário, o planejamento é realizar duas edições do Corujão da Vacinação, para o Resgate Cidadão, daquelas pessoas acima de 50 anos que ainda não se vacinaram, e também nesta segunda (23) haverá o Corujão da Vacinação nas Clínicas Médicas do Univag, que tanto o ponto fixo, quanto o drive thru, serão para acelerar a vacinação dos jovens entre 18 a 24 anos.

Ainda de acordo com a prefeitura, nessa terça-feira (24), o ponto fixo do Ginásio Fiotão será reservado para vacinar somente as pessoas que perderam os prazos para a segunda dose.

“Estamos confirmando novamente, as pessoas que perderam o prazo da segunda dose e reservamos o ponto fixo do Fiotão, que é um ponto muito procurado, e é justamente onde as pessoas se cadastraram para a primeira dose. Não podemos avançar e deixar falhas”, explicou.

Até a data do último sábado (21), o município aplicou 196.592 doses da vacina contra a Covid-19, sendo 150.510 da primeira dose e 46.082 da segunda dose.

Gonçalo afirmou que esse mutirão está confirmado até o fim deste mês. Depois disso, a prefeitura fará uma avaliação geral para manter ou criar novos programas de incentivo à vacinação e também para ajudar as pessoas que não conseguem se vacinar por outros motivos.

Fonte: G1 MT

Entre no grupo do Olhar Cidade no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI
Já assistiu aos nossos novos vídeos no
YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.