Desembargador de MT recebe alta após ficar 55 dias internado com Covid-19 em SP

O desembargador Rui Ramos se mantém em acompanhamento médico e se submetendo a fisioterapia para recuperação de sua capacidade motora

Em São Paulo, ele esteve sob os cuidados médica Ludhmila Hajjar, pesquisadora e professora.  — Foto: Divulgação
Em São Paulo, ele esteve sob os cuidados médica Ludhmila Hajjar, pesquisadora e professora. — Foto: Divulgação

O desembargador Rui Ramos Ribeiro, de 61 anos, recebeu alta nesta última quarta-feira (11), após ficar 55 dias internado em um hospital particular em São Paulo (SP).

O magistrado foi intubado no dia 25 de junho, por ser hipertenso, e extubado no início de julho.

Em São Paulo, ele esteve sob os cuidados médica Ludhmila Hajjar, pesquisadora e professora.

O magistrado se mantém em acompanhamento médico e se submetendo a fisioterapia para recuperação de sua capacidade motora.

“Agradeço a cada pensamento positivo, a cada oração pelo meu restabelecimento. Muito em breve retornarei às minhas atividades e continuarei a me dedicar com total força ao Judiciário mato-grossense. Eu e minha família agradecemos”, disse ele ao receber alta.

Nascido na cidade de Bauru (SP), o desembargador fez faculdade de direito em Bauru – Instituto Toledo de Ensino, em 1982, e passou a fazer parte da magistratura de Mato Grosso como juiz de Direito em 4 de dezembro de 1986.

Iniciou a carreira na Comarca de Rosário Oeste e passou pelas comarcas de Pontes e Lacerda, Diamantino e Cáceres, até ser promovido à capital em 1993.

Em 2004 foi promovido a desembargador do TJMT. Rui Ramos também foi presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso no biênio 2017/2018.

Fonte: G1 MT

Entre no grupo do Olhar Cidade no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI
Já assistiu aos nossos novos vídeos no
YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.