Motorista é preso suspeito de se passar por vítima de assalto para desviar carga de milho em Jaciara

De acordo com a Polícia Civil, outros três suspeitos também foram presos por participação no crime

Motorista de caminhão foi preso ao se passar por vítima de um assalto para tentar desviar a carga de milho que ele transportava, em Jaciara (MT) — Foto: Polícia Civil de Mato Grosso
Motorista de caminhão foi preso ao se passar por vítima de um assalto para tentar desviar a carga de milho que ele transportava, em Jaciara (MT) — Foto: Polícia Civil de Mato Grosso

Um motorista de caminhão foi preso ao se passar por vítima de um assalto para tentar desviar a carga de milho que ele transportava, em Jaciara (MT), na segunda-feira (26). De acordo com a Polícia Civil, outros três suspeitos também foram presos por participação no crime.

O motorista, de 29 anos, confessou que se associou a outros criminosos para desviar a carga que transportava.

Ele foi autuado em flagrante pelos crimes de furto qualificado pelo abuso de confiança e associação criminosa. Os outros três suspeitos foram presos pela Polícia Militar, enquanto o motorista ainda era dado como vítima do suposto roubo.

A prisão dos três suspeitos ocorreu na região do distrito industrial de Jaciara em um ponto conhecido como de descanso para caminhoneiros, sendo as primeiras informações que o motorista estava em cativeiro no município de Campo Verde.

Após a detenção, os três suspeitos foram conduzidos para a Delegacia de Jaciara e o motorista do caminhão localizado posteriormente na Rodovia MT-344, dizendo que havia sido liberado pelos criminosos.

Durante interrogatório na delegacia, os três conduzidos confessaram o crime e apontaram a participação do motorista (inicialmente tratado como vítima).

Segundo as informações, o motorista era amigo de um dos suspeitos e, no domingo (25), se reuniram para combinar o desvio da carga, assim como a divisão dos lucros.

Interrogado pelo Tiago Garcia Damasceno, o motorista confessou que se associou aos três suspeitos para a prática do crime, sendo também autuado em flagrante pelo crime de furto qualificado pelo abuso de confiança e associação criminosa.

Fonte: G1 MT

Entre no grupo do Olhar Cidade no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI
Já assistiu aos nossos novos vídeos no
YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.