Mulher é estuprada após sair da cadeia e aceitar carona de membro do Comando Vermelho na delegacia

Uma mulher de 29 anos de idade foi vítima de estupro na madrugada deste último domingo (27), em um posto de gasolina na rodovia MT-322, nas proximidades do município de Matupá (717 km de Cuiabá)

Foto Principal Notícia
Foto Por: Reprodução

Uma mulher de 29 anos de idade foi vítima de estupro na madrugada deste último domingo (27), em um posto de gasolina na rodovia MT-322, nas proximidades do município de Matupá (717 km de Cuiabá). Ela tinha acabado de ser liberada da prisão e aceitou a carona que um rapaz, de aproximadamente 19 anos, a ofereceu até o centro da cidade. Durante a violência, ele dizia que era um “irmão” da facção criminosa Comando Vermelho.

De acordo com informações da Polícia Militar, a vítima pediu a ajuda da Polícia Militar, dizendo que por volta de 2h30 havia sido estuprada. Na ligação, ela disse que estava em uma borracharia que fica localizada no posto Trevão, onde aguardava a chegada da polícia. Em posse da denúncia, os agentes da corporação se deslocaram até o endereço.

No local, a mulher relatou aos militares que estava na Delegacia de Peixoto de Azevedo, após ter cumprido pena em União do Norte. Na saída da delegacia, então, dois rapazes a ofereceram carona até a cidade de Matupá. Nesse momento, ela aceitou e um dos rapazes desceu da moto, ficando onde ela estava.

Durante o trajeto, porém, o suspeito a jogou no chão e a forçou a praticar o ato sexual. Durante a violência, a vítima relatou que o agressor disse que era um “irmão” e fazia parte do Comando Vermelho. Após o crime, ele deixou a rodovia e fugiu. Os policiais realizaram rondas, porém, até o momento ele não foi encontrado.

Diante da situação, a mulher foi encaminhada ao Hospital Municipal de Matupá para receber atendimento médico e medicação contra possível contaminação por HIV, uma vez que o agressor a estuprou sem preservativo.

A ocorrência foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil de Matupá, que agora deve investigar o caso.

Fonte: Resumo Diário

Entre no grupo do Olhar Cidade no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI
Já assistiu aos nossos novos vídeos no
YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.