PM apreende dinheiro e armas com dupla morta em confronto

Os policiais ainda estão fazendo a contagem do dinheiro; material foi apreendido nesta segunda-feira (21)

Divulgação/Bope

O comandante do Batalhão de Operações Especiais (Bope), tenente-coronel Ronaldo Roque, divulgou imagens das armas e do dinheiro apreendidos com os suspeitos mortos em confronto com a Força Tática nesta segunda-feira (21), na divisa entre Nova Bandeirantes e  Nova Monte Verde.

O comandante afirmou que as equipes policiais ainda estavam contando o dinheiro apreendido com a dupla. Eles carregavam diversas notas de R$ 200, R$ 100, R$ 50 e R$ 20.

Além disso, um revólver, uma arma calibre 12 e diversas munições também foram encontrados com os suspeitos mortos. Eles foram identificados com Diego de Almeida Costa e Adailton Santos da Silva. 

De acordo com o tenente-coronel Roque, os homens seriam os integrantes do bando do Novo Cangaço que assaltaram duas cooperativas de crédito em Nova Bandeirantes no dia 4 de junho.

O confronto ocorreu na madrugada de hoje após os suspeitos serem surpreendidos por uma das barreiras montadas pelas forças de segurança no Município.

Roque afirmou que, na ocasião, quatro suspeitos foram localizados e fugiram para a região de mata assim que viram a Polícia.

Imediatamente equipes do Bope entraram no matagal para tentar encontrá-los, enquanto uma equipe da Força Tática de Alta Floresta revistava propriedades rurais próximas.

Foi em uma dessas propriedades que os policiais encontraram a dupla. O comandante relatou que eles estavam armados e atiraram contra os policiais, que revidaram.

Durante a troca de tiros, os suspeitos foram atingidos e acabaram morrendo. Além deles, outros quatro homens já haviam falecido em confronto no último dia 10 de junho.

Os quatro integrantes do Novo Cangaço, mortos no dia 10 de junho, foram identificados como Romário de Oliveira Batista, 35, Luiz Miguel Melek, 40, e Maciel Gomes de Oliveira, 37, e Waldeir Porto Costa, 25. 

Além do dinheiro e armamento apreendidos hoje, os policiais apreenderam também roupas camufladas semelhantes as usadas no assalto do dia 4 de junho. Também havia mochilas, luvas e uma rede com eles.

Para finalizar, o comandante afirmou que as equipes do Bope seguem nas áreas de mata em busca dos outros integrantes. “Continuamos firmes nas buscas, as missões por aqui não param”, afirmou.

Fonte: Mídia News

Entre no grupo do Olhar Cidade no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI
Já assistiu aos nossos novos vídeos no
YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.