Assistentes sociais fazem levantamento de pessoas que vivem nas ruas de Cuiabá para a criação de políticas públicas

Objetivo do projeto é criar atividades de sociabilidade, além da entrega de cobertores, lanches, absorventes íntimos para as mulheres

Equipe aborda moradores em situação de rua para coletar dados além de fazer a entrega de cobertores — Foto: Vicente Aquino/ Prefeitura de Cuiabá
Equipe aborda moradores em situação de rua para coletar dados além de fazer a entrega de cobertores — Foto: Vicente Aquino/ Prefeitura de Cuiabá

Um levantamento para conhecer os moradores em situação de rua em Cuiabá foi realizado pela Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência entre os dias 15 e 17 deste mês. O objetivo é criar políticas públicas ao grupo.

A pesquisa faz parte da quarta edição do projeto ‘Quero Te Conhecer’ criado pela Prefeitura de Cuiabá.

Durante o trabalho, os profissionais abordam os moradores de rua coletando dados como o grau de escolaridade, documentação existente, situação de emprego e renda, situação familiar, condições de saúde e entre outros dados.

De acordo com o último levantamento realizado em 2019, 212 pessoas moravam nas ruas da capital e viviam em situação de vulnerabilidade.

O trabalho teve início com a visita da equipe no Morro da Luz, nessa terça-feira (15). Na quarta-feira (16), eles foram até o Terminal Rodoviário de Cuiabá, região da Praça Ipiranga e Rua Barão de Melgaço.

Já nessa última quinta-feira (17) foi realizado o último dia de coleta de dados com a equipe na região do Bairro Porto, na Orla, região do Mercado do Porto e da Praça Luiz Albuquerque.

O objetivo do projeto é criar atividades de sociabilidade e políticas públicas para essas pessoas. Além da entrega de cobertores, lanches e absorventes íntimos para as mulheres. A equipe ainda orienta a população em vulnerabilidade a procurarem casas de acolhimento em Cuiabá.

No ano passado, o projeto acolheu imigrantes de várias nacionalidades que chegaram na capital em busca de uma vida melhor e a comunidade LGBTQIA+.

Fonte: G1 MT

Entre no grupo do Olhar Cidade no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI
Já assistiu aos nossos novos vídeos no
YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.