Dilceu Rossato é cobiçado por três grupos políticos para 2022

Ex-prefeito de Sorriso dialoga com Emanuel, Medeiros e tem mantido contato com gente do governo Mauro Mendes. Objetivo é cargo majoritário

Foto;  Alair Ribeiro/MidiaNews

O ex-prefeito de Sorriso-MT, Dilceu Rossato (REPUBLICANOS), está, definitivamente, decidido a se candidatar para um cargo majoritário em 2022 e é cobiçado por três grupos políticos.

O milionário produtor rural tem se desfeito de algumas de suas propriedades, arrendado outras e se prepara para focar totalmente na política.

Como caminhos possíveis, Rossato tem três propostas na mesa. A mais recentemente exposta é a do atual prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), que sonha com o Governo de Mato Grosso.

Na concepção de Emanuel, o capital financeiro e político de Dilceu, bem como seu potencial de agregar forças, sobretudo no norte do estado, o credencia para um ótimo vice ou postulante ao Senado Federal.

Já o atual governador de Mato Grosso e mais do que provável candidato a reeleição, Mauro Mendes (DEM), também quer Dilceu ao seu lado, só não sabe onde abrigá-lo.

O gestor tem um compromisso verbal com Otaviano Pivetta, alguém que mantém estreita relação com Rossato, e tem recebido pressão para abrir nobres espaços ao MDB. Outra questão é Neri Geller (PP), um nome já teoricamente escolhido pelo agronegócio, um dos pilares do seu projeto, para ser o seu candidato ao Senado Federal.

Na avaliação de quem acompanha todo o desenrolar, a questão é que Mauro está mais preocupado com a força que Dilceu pode agregar num grupo adversário do que propriamente a que ele poderia trazer para si, por isso ainda quebra a cabeça para tê-lo próximo.

A outra opção de Dilceu, que surge como a mais provável, é unir-se novamente com os bolsonaristas, de quem já esteve próximo em 2018, inclusive ensaiando uma candidatura a governador pelo PSL. Rossato tem dialogado com José Medeiros (PODE), atual deputado federal e vice-líder de Jair Bolsonaro, sobre caminharem juntos no ano que vem.

Medeiros foi apontado, recentemente, pela boca do próprio Bolsonaro, como seu pré-candidato ao Senado no estado. Cogita-se, porém, em Mato Grosso, a possibilidade do federal concorrer até ao Governo do Estado, tendo as bençãos do atual presidente.

Dilceu estaria aguardando a decisão de Medeiros para definir o seu rumo. Rossato, porém, conta com o líder do Podemos para também ter em seu projeto pessoal o aval de Bolsonaro. Geograficamente, a união significaria lucro para ambos os lados, com o ex-prefeito de Sorriso abrindo caminhos para o aliado no médio-norte, enquanto o ex-senador e atual deputado federal escancararia ao primeiro as portas no sul e redutos de direita.

Fonte: Minuto MT

Entre no grupo do Olhar Cidade no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI
Já assistiu aos nossos novos vídeos no
YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.