Prefeito interino de Matupá disse que “troca de chaves” é culpa do Fernando Zafonato

O prefeito não citou na entrevista, quem seriam as testemunhas dos atos praticados na noite do dia 21 de maio uma sexta-feira

Foto: Assessoria

Em uma entrevista coletiva à imprensa ligada ao grupo do ex-prefeito Valter Miotto Ferreira (MDB) o prefeito interino por força judicial, Marcos Icassatti (MDB) disse que a culpa de ter que trocar as chaves na noite do dia 21 de maio é do ex-prefeito Fernando Zafonato (DEM).

Marcos Icassati teceu comentários sobre a forma como alguns veículos de comunicação tem trabalhado no município, escrevendo matérias narrando os fatos dizendo que após Notificação e Intimação da Justiça Eleitoral, o Prefeito em Exercício esteve substituindo fechaduras, desmerecendo secretários e agindo de truculência.

“Hora, não me candidatei para ser prefeito e sim vereador, mas nasci neste lugar, aqui constitui família, faço parte desta comunidade, sou profissional da comunicação e já caminho para meu terceiro mandato eletivo”, argumentou o gestor interino.

Icassatti disse que não é do seu perfil e índole agir de forma abrupta e que a culpa de ter que trocar as chaves é do ex-prefeito Fernando Zafonato, “Recebi a intimação para imediata chefia da Paço Municipal no dia 21 de maio após horário de expediente, por volta das 17:20 horas, sendo que o Prefeito Cassado Fernando Zafonato fora notificado pelo menos uma hora antes. Não houve contato com a minha pessoa para providencias de transição ou entrega das chaves, o que seria mais justo, e até mesmo a Prefeitura estava fechada”, explicou.

“A partir do momento em que assinei a intimação toda responsabilidade do Governo recaia sobre mim, oportunidade em que para resguardar o patrimônio público, documentos administrativos e evitar problemas e transtornos nas secretarias, departamentos e outras repartições, e evidentemente resguardar a minha pessoa de qualquer ato que prejudicasse a governança, optei por substituir a fechadura de algumas secretarias. Todo este procedimento foi feito com testemunhas e registros, assegurando a transparência do ato, até porque naquele momento havia recebido denúncia de que algumas secretarias estavam abertas, fora do horário de expediente, com movimentação de pessoas e com veículos de portas abertas, onde estavam levando papeis e pastas, algo que nos preocupou levando a tomada desta responsável decisão. Essa é a verdade”, esclareceu o Prefeito Marcos Icassati.

O prefeito não citou na entrevista, quem seriam as testemunhas dos atos praticados na noite do dia 21 de maio uma sexta-feira.

Icassati disse que já está montando sua equipe de governo e várias ações alinhadas com as necessidades da municipalidade em todos os setores públicos começam a acontecer, pois segundo ele, será um breve, porém muito produtivo período de gestão com obras, projetos e melhorias para comunidade, Matupá passará por uma grande transformação.

O Olhar Cidade não foi convidado para entrevista Coletiva, as falas do prefeito Marcos Icassatti deste texto são do site Notícia Vip que esteve na Coletiva.

Fonte: Olhar Cidade Redação

Entre no grupo do Olhar Cidade no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI
Já assistiu aos nossos novos vídeos no
YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.