19% das grávidas com covid em MT precisam de UTI

Apesar de alarmante, o percentual ainda é baixo, se comparado a outros estados

Foto: Otmar de Oliveira/Gazeta Digital (GD)/Ilustrativa

Um levantamento do Observatório Obstétrico mostrou que entre as grávidas diagnosticadas com covid-19 desde o início da pandemia, em março de 2020, 19,26% delas precisou de internação em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Os dados utilizados são os divulgados pelo Ministério da Saúde até 21 de abril.

Apesar de alarmante, o percentual ainda é baixo, se comparado a outros estados. Em Mato Grosso, dos mais de 374 mil casos positivos apenas 338 foram de mulheres gestantes.

Destas, 12 vieram a falecer. Entre os registros de grávidas, 19,26% precisaram de UTI e 7,51% de intubação – procedimento utilizado quando o comprometimento dos pulmões é alto.

Das grávidas diagnosticadas com o novo coronavírus, a maior parte dos casos aconteceu durante o 3º trimestre da gestação, ou seja, do 6º ao 9º mês.

Na comparação entre os estados da região Centro-Oeste, Mato Grosso do Sul tem 19,85% de grávidas com covid-19 intubadas e Goiás 28,38%. No país, o estado com maior percentual de grávidas na UTI foi o Alagoas, com 60,71% dos casos se agravando.

Fonte: : Thalyta Amaral/Gazeta Digital (GD)

Entre no grupo do Olhar Cidade no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI
Já assistiu aos nossos novos vídeos no
YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.